Reuniões Executivo

As reuniões ordinárias da Câmara Municipal de Manteigas serão efetuadas na segunda e quarta, quarta-feira, de cada mês, pelas 14:30 hora, no salão Nobre dos Paços do Minicípio.
A última reunião de cada mês terá período de "Interveção do Público"
Pedido de isenção de taxas municipais, formulado pela Banda Boa União - Música Velha, referente ao pedido de destaque - Registo N.º 2374, datado de 03 de abril de 2018

Foi presente, para deliberação, o pedido de isenção de taxas municipais formulado pela Banda Boa União – Música Velha, referente ao pedido de destaque supra identificado.
A Câmara Municipal de Manteigas deliberou, por unanimidade, aprovar a isenção de taxas municipais formulado pela Banda Boa União – Música Velha.


Pedido de isenção de taxas municipais, formulado pela Associação Recreativa Filarmónica Popular Manteiguense - Música Nova, referente à utilização do Auditório Municipal - Artigo 7.º, n.º 2, do Regulamento de Taxas Municipais

Foi presente, para deliberação, o pedido de isenção de taxas municipais formulado Associação Recreativa Filarmónica Popular Manteiguense – Música Nova, referente à utilização do Auditório Municipal.
A Câmara Municipal de Manteigas deliberou, por unanimidade, aprovar a isenção de taxas municipais formulado pela Associação Recreativa Filarmónica Popular Manteiguense – Música Nova.


Pedido de isenção de taxas municipais, formulado pela Banda Boa União - Música Velha, referente à utilização do Auditório Municipal - Artigo 7.º, n.º 2, do Regulamento de Taxas Municipais

Foi presente, para deliberação, o pedido de isenção de taxas municipais formulado Banda Boa União – Música Velha, referente à utilização do Auditório Municipal.
A Câmara Municipal de Manteigas deliberou, por unanimidade, aprovar a isenção de taxas municipais formulado pela Banda Boa União – Música Velha.


Cancelamento do ónus de inalienabilidade, referente ao imóvel identificado pelo artigo matricial 1270, urbano, Freguesia de Santa Maria

Foi presente, para deliberação, o pedido de cancelamento do ónus de inalienabilidade, referente ao imóvel identificado pelo artigo matricial 1270, urbano, Freguesia de Santa Maria.
A Câmara Municipal de Manteigas deliberou, por unanimidade, cancelar o ónus de inalienabilidade, referente ao imóvel identificado pelo artigo matricial 1270, urbano, Freguesia de Santa Maria.


Pedido de cedência de uma estrada, de natureza privada, para o domínio público municipal - Requerimento com o registo de entrada n.º 2174, datado de 14 de março de 2018

Foi presente, para deliberação, o pedido de cedência de uma estrada, de natureza privada, para o domínio público municipal, formulado no requerimento com o registo de entrada n.º 2174, datado de 14 de março de 2018.
A Câmara Municipal de Manteigas deliberou, por unanimidade, aceitar a cedência da referida estrada, para o domínio público municipal, conforme requerido.


Aprovação dos documentos de Prestação de Contas do ano de 2017 e aplicação do Resultado Líquido do Exercício

De conformidade com o disposto na alínea j) do n.º 1, do artigo 35.º, da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, foram pelo Presidente Esmeraldo Saraiva Neto Carvalhinho, apresentados à Câmara Municipal os documentos relativos à Prestação de Contas do ano 2017, de conformidade com o estabelecido no POCAL e na Resolução n.º 4/2001, da 2.ª Secção do Tribunal de Contas insertas na 2.ª série do Diário da República n.º 191/2001, de 18 de agosto.
Analisados os documentos foi deliberado:
1. Aprovar, por maioria, com a abstenção do Vereador Francisco Botão de Elvas, os referidos documentos que, para os devidos efeitos legais, se consideram por integralmente reproduzidos e ficarão arquivados na pasta anexa a esta ata, depois de assinados e rubricados pelos membros do Executivo.
2. Para os efeitos do disposto na alínea i,) do n.º 1, do artigo 33.º, da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, remeter os referidos documentos à Assembleia Municipal, para apreciação e votação.
3. Para os efeitos do disposto na alínea ww), do n.º 1, do artigo 33.º da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, remeter os referidos documentos ao Tribunal de Contas.

Aplicação do Resultado Líquido do Exercício
Visto o Resultado Líquido do Exercício apresentar um valor negativo de 687.450,45 €, a Câmara Municipal propõe que se transfira para a conta 59 – “Resultados Transitados”.


Participação variável no IRS, conforme o previsto no artigo 26.º, da Lei n.º 73/2013, de 03 de setembro, referente aos rendimentos respeitantes ao ano de 2019

Foi presente pelo Presidente da Câmara Municipal a seguinte proposta:

«DELIBERAÇÃO SOBRE A PARTICIPAÇÃO VARIÁVEL NO IRS
Considerando:
– O disposto nos n.ºs 1 e 2, do artigo 26.º, da Lei n.º 73/2013, de 03 de setembro, os quais referem que (…)Os municípios têm direito, em cada ano, a uma participação variável até 5% no IRS dos sujeitos passivos com domicílio fiscal na respetiva circunscrição territorial, relativa aos rendimentos do ano imediatamente anterior, calculada sobre a respetiva coleta líquida das deduções previstas no n.º 1 do artigo 78.º do Código do IRS deduzido do montante afeto ao Índice Sintético de Desenvolvimento Social(….) e que “A participação referida no número anterior depende de deliberação sobre a percentagem de IRS pretendida pelo município, a qual deve ser comunicada por via eletrónica pela respetiva Câmara Municipal à Autoridade Tributária, até 31 de Dezembro do ano anterior àquele a que respeitam os rendimentos.”.

PROPONHO, submeter à Assembleia Municipal a aprovação da dedução máxima, correspondente a 5%, na participação variável do IRS, com efeitos na dedução à coleta dos sujeitos passivos com domicílio fiscal em Manteigas».


Adenda/alteração ao projeto inicial, formulada no âmbito do processo n.º 4/2017, conforme descrito na Informação n.º 13/2018 JG, datada de 09 de abril de 2018

Foi presente, para deliberação a adenda/alteração ao projeto inicial, formulada no âmbito do processo n.º 4/2017, conforme descrito na Informação n.º 13/2018 JG, datada de 09 de abril de 2018.
A Câmara Municipal de Manteigas deliberou, por unanimidade, indeferir o solicitado, conforme proposto na Informação n.º 13/2018 JG, datada de 09 de abril de 2018.


Pedido de isenção de taxas administrativas de utilização do Auditório Municipal, para a realização de instrução ao efetivo do DterGuarda, formulado pela Guarda Nacional Republicana

Foi presente, para deliberação, o pedido de isenção de taxas administrativas de utilização do Auditório Municipal, para a realização de instrução ao efetivo do DterGuarda, formulado pela Guarda Nacional Republicana.
Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, isentar de taxas administrativas a Guarda Nacional Republicana – Posto Territorial da GNR em Manteigas.


Designação de dois membros do Órgão Executivo para integrarem a Comissão de Análise e Seleção da Bolsa de Ideias

Foi presente, para deliberação, a informação registo n.º 607, datada de 22 de fevereiro de 2018, referente à designação de dois membros do Órgão Executivo para integrarem a Comissão de Análise e Seleção da Bolsa de Ideias.
Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por maioria, com as abstenções do Presidente da Câmara, Esmeraldo Carvalhinho, e da Vice-Presidente da Câmara, Célia Morais, designar os Vereadores Francisco José Botão de Elvas e José Manuel Saraiva Cardoso, para integrarem a Comissão de Análise e Seleção da Bolsa de Ideias.


Comunicação proveniente do Ministério da Administração Interna, referente à criação de Equipas de Intervenção Permanente

Foi presente, para deliberação, a comunicação proveniente do Ministério da Administração Interna, referente à criação de Equipas de Intervenção Permanente.
Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por maioria, com três abstenções dos Vereador José Manuel Custódia Biscaia, do Vereador José Manuel Saraiva Cardoso e do Vereador Francisco José Botão De Elvas e dois votos a favor do Presidente Esmeraldo Saraiva Neto Carvalhinho e da Vice-Presidente Célia Maria Ramos Morais, aprovar a constituição de uma Equipa de Intervenção Permanente ao abrigo do Protocolo Condições de Contratação e Funcionamento das Equipas de Intervenção Permanente, da Autoridade Nacional de Proteção Civil.


Proposta de Alteração Orçamental n.º 2/2018

Foi presente, para deliberação, a proposta de Alteração Orçamental n.º 2/2018.
Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, aprovar a proposta de Alteração Orçamental n.º 2/2018.


Pedido de isenção de taxas administrativas de utilização do Auditório Municipal, para o X Festival de Bandas Filarmónicas de Manteigas, formulado pela Associação Recreativa Filarmónica Popular Manteiguense

Foi presente, para deliberação, o pedido de isenção de taxas administrativas de utilização do Auditório Municipal, para o X Festival de Bandas Filarmónicas de Manteigas, formulado pela Associação Recreativa Filarmónica Popular Manteiguense.
Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, isentar de taxas administrativas a Associação Recreativa Filarmónica Popular Manteiguense, pela utilização do Auditório Municipal, para a realização do X Festival de Bandas Filarmónicas de Manteigas.


Pedido de isenção de taxas administrativas de utilização do pavilhão gimnodesportivo, para realização do Torneio 12 horas de Primavera - Manteigas 2018, formulado pela Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Vale de Amoreira

Foi presente, para deliberação, o pedido de isenção de taxas administrativas de utilização do pavilhão gimnodesportivo, para realização do Torneio 12 horas de Primavera – Manteigas 2018, formulado pela Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Vale de Amoreira.
Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, isentar a Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Vale de Amoreira, de taxas administrativas de utilização do pavilhão gimnodesportivo, para realização do Torneio 12 horas de Primavera – Manteigas 2018.


Informação registo n.º 754/Proc.2018/450.30.003/3, datado de 02 de março de 2018 - sobre o requerimento para autorização de aumento do número de compartes, formulado pelo Munícipe José Manuel Tacanho Massano - Artigo 54.º da Lei 64/2003

Foi presente, para apreciação e deliberação, a Informação registo n.º 754/Proc.2018/450.30.003/3, datado de 02 de março de 2018 – sobre o requerimento para autorização de aumento do número de compartes, formulado pelo Munícipe José Manuel Tacanho Massano – Artigo 54.º da Lei 64/2003.
Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, autorizar o aumento do número de compartes, relativo aos artigos matriciais rústicos n.ºs 317 e 53, ambos da freguesia de São Pedro, face aos elementos existentes e de acordo com o vertido na Informação registo n.º 754/Proc.2018/450.30.003/3, datado de 02 de março de 2018 e ainda na informação proferida pelo fiscal municipal, em 7 de março de 2018, que obteve despacho superior favorável em 08 de março de 2018.


Pedido de isenção de taxas relativas à utilização do Pavilhão Gimnodesportivo de Manteigas, formulado pela Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Vale de Amoreira.

Foi presente o pedido de isenção de taxas relativas à utilização do Pavilhão Gimnodesportivo de Manteigas, ao abrigo do artigo 7º, do Regulamento e Tabela de Taxas do Município de Manteigas, formulado pela Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Vale de Amoreira.

Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, de acordo com o artigo 7º, do Regulamento e Tabela de Taxas do Município de Manteigas, isentar a Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Vale de Amoreira, pela utilização do Pavilhão Gimnodesportivo de Manteigas.


Cessação de procedimento concursal comum, para ocupação de posto de trabalho previsto no mapa de pessoal, para o ano de 2017.

Foi presente, para deliberação, a informação registo nº 3591, datada de 13 de dezembro de 2017, referente à cessação de procedimento concursal comum, para ocupação de posto de trabalho previsto no mapa de pessoal, para o ano de 2017.

Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, a cessação de procedimento concursal comum, para ocupação de posto de trabalho previsto no mapa de pessoal, para o ano de 2017, conforme  a informação registo nº 3591, datada de 13 de dezembro de 2017.


Alteração ao loteamento misto de Santo António.

Foi presente, para deliberação, a informação registo nº 3599, datada de 14 de dezembro de 2017, referente à alteração ao loteamento misto de Santo António.

Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, aprovar a alteração de licença de loteamento misto de Santo António e que sejam tomadas as diligências referidas no ponto 6 e 7, da informação registo nº 3599, datada de 14 de dezembro de 2017.


Processo de licenciamento da construção de moradia unifamiliar em nome de Filipe Sobral Lopes.

Foi presente, para deliberação, a informação nº 78/2017 JG, datada de 14 de dezembro de 2017, referente ao processo de licenciamento da construção de moradia unifamiliar em nome de Filipe Sobral Lopes.

Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, aprovar o licenciamento da construção de moradia unifamiliar em nome de Filipe Sobral Lopes, conforme a informação nº 78/2017 JG, datada de 14 de dezembro de 2017.


Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2018: apreciação e deliberação sobre a remessa para a Assembleia Municipal, nos termos do disposto na alínea c), do nº 1, do artigo 33º, da Lei nº 75/2013, de 12 de setembro.

Foram presentes as Grandes Opções do Plano e Orçamento para o ano 2018, nos termos do previsto no nº 1, do artigo 45º, da Lei nº 73/2013, de 3 de setembro.

Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por maioria, com as abstenções dos senhores Vereadores José Manuel Custódia Biscaia, José Manuel Saraiva Cardoso e Francisco José Botão de Elvas, submeter as Opções do Plano, a proposta de Orçamento acompanhada do Mapa de Pessoal (nos termos do nº 3, do artigo 28º e nº 4, do artigo 29º, da Lei nº 35/2014, de 20 de junho), para o ano de 2018, a aprovação da Assembleia Municipal, de acordo com a alínea c), do nº 1, do artigo 33º, da Lei nº 75/2013, de 12 de setembro.


Revisão nº 2 ao Orçamento e Grandes Opções do Plano 2017.

Foi presente, para deliberação, a revisão nº 2 ao Orçamento e Grandes Opções do Plano 2017.

Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por maioria, com a abstenção do Senhor Vereador José Manuel Custódia Biscaia, aprovar a revisão nº 2 ao Orçamento e Grandes Opções do Plano 2017.


Alteração nº 16 ao Orçamento e Grandes Opções do Plano.

Foi presente, para deliberação, a alteração nº 16 ao Orçamento e Grandes Opções do Plano.

Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, aprovar a alteração nº 16 ao Orçamento e Grandes Opções do Plano.


Conhecimento e deliberação sobre a submissão à Assembleia Municipal da Autorização Prévia no âmbito da Lei dos Compromissos, nos termos da alínea c), do número 1, do artigo 6º, da Lei nº 8/2012, de 21 de fevereiro.

 

“AUTORIZAÇÃO PRÉVIA NO ÂMBITO DA LEI DOS COMPROMISSOS

 

Considerando:

 

  • O disposto no artigo 22º, do Decreto-Lei nº 197/99, de 8 de junho, que determina que a abertura de procedimento relativo a despesas que deem lugar a encargo orçamental em mais de um ano económico ou em ano que não seja o da sua realização, designadamente, com a aquisição de serviços e bens através de locação com opção de compra, locação financeira, locação-venda ou compra a prestações ou encargos, não pode ser efetivada sem prévia autorização da Assembleia Municipal, salvo quando:

 

  1. Resultem de planos ou programas plurianuais legalmente aprovados;
  2. Os seus encargos não excedam o limite de 99.759,58 euros, em cada um dos anos económicos seguintes ao da sua contratação e o prazo de execução de três anos;

 

  • A alínea c), do nº 1, do artigo 6º, da Lei nº 8/2012, de 21 de Fevereiro, que aprova as regras aplicáveis à assunção de compromissos e aos pagamentos em atraso e que dispõe que a assunção de compromissos plurianuais, independentemente da sua forma jurídica, incluindo novos projetos de investimentos ou a sua reprogramação, contratos de locação, acordos de cooperação técnica e financeira com os municípios e parcerias público-privadas, está sujeita, no que respeita às entidades da administração local, a autorização prévia da Assembleia Municipal;
  • Que o artigo 12º, do Decreto-Lei nº 127/2012, de 21 de junho, veio regulamentar a referida lei dos compromissos, nos termos do artigo 14º, estabelecendo que a referida autorização prévia para a assunção de compromissos plurianuais poderá ser dada quando da aprovação das Grandes Opções do Plano;

 

Propõe-se, por motivos de simplificação e celeridade processuais que a Assembleia Municipal delibere, relativamente à Câmara Municipal:

 

  1. Para os efeitos previstos na alínea c), do nº 1, do artigo 6º, da Lei nº 8/2012, de 21 de fevereiro, emitir autorização genérica favorável à assunção de compromissos plurianuais pela Câmara Municipal, nos seguintes casos:

 

  1. Resultem de projetos, ações ou de outra natureza constantes das Grandes Opções do Plano;
  2. Os seus encargos não excedam o limite de 99.759,58€ em cada um dos anos económicos seguintes ao da sua contratação e o prazo de execução de três anos.

 

  1. A assunção de compromissos plurianuais a coberto da autorização prévia que ora se propõe, só poderá fazer-se quando, para além das condições previstas no número anterior, sejam respeitadas as regras e procedimentos previstos na Lei nº 8/2012, de 21 de fevereiro e uma vez cumpridos os demais requisitos legais de execução de despesas.

 

  1. A Câmara Municipal poderá delegar no Presidente da Câmara Municipal a assunção de compromissos plurianuais, relativa a despesas de funcionamento de carácter continuado e repetitivo desde que previamente dotada a rubrica da despesa prevista no Orçamento, nos termos do ponto 1. do presente documento, até ao montante permitido por lei, no âmbito do regime de contratação pública.

 

  1. Em todas as sessões ordinárias da Assembleia Municipal deverá ser presente uma informação da qual constem os compromissos plurianuais assumidos, ao abrigo da autorização prévia genérica que ora se propõe.

Pedido de isenção de taxas de utilização do Auditório do Centro Cívico, formulado pelo Projeto Mais Social

Foi presente o pedido de isenção de taxas administrativas, ao abrigo do artigo 7.º, do Regulamento e Tabela de Taxas do Município de Manteigas, para utilização do Auditório do Centro Cívico, formulado pelo Projeto Mais Social.
Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, de acordo com o artigo 7.º, do Regulamento e Tabela de Taxas do Município de Manteigas, isentar o Projeto Mais Social de taxas administrativas, pela utilização do Auditório do Centro Cívico.


Pedido de isenção de taxas de utilização do Auditório do Centro Cívico, formulado pela Associação Recreativa Filarmónica Popular Manteiguense, com vista à realização da Audição de Natal e Concerto de Ano Novo

Foi presente o pedido de isenção de taxas administrativas, ao abrigo do artigo 7.º, do Regulamento e Tabela de Taxas do Município de Manteigas, para utilização do Auditório do Centro Cívico, formulado pela Associação Recreativa Filarmónica Popular Manteiguense, com vista à realização da Audição de Natal e Concerto de Ano Novo.
Submetido a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, de acordo com o artigo 7.º, do Regulamento e Tabela de Taxas do Município de Manteigas, isentar de taxas administrativas a Associação Recreativa Filarmónica Popular Manteiguense, para utilização do Auditório do Centro Cívico, com vista à realização da Audição de Natal e Concerto de Ano Novo.


Processo de licenciamento/legalização do projeto de arquitetura, em nome de Ana Maria Neves Pombo Abrantes e sobre a emissão de certidão de acordo com a informação técnica n.º 72/2017 JG

Foi presente, para deliberação, o processo de licenciamento/legalização do projeto de arquitetura, em nome de Ana Maria Neves Pombo Abrantes e sobre a emissão de certidão de acordo com a informação técnica n.º 72/2017 JG.
Submetida a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, aprovar o processo de licenciamento/legalização do projeto de arquitetura, em nome de Ana Maria Neves Pombo Abrantes e que seja emitida a certidão, de acordo com a informação técnica n.º 72/2017 JG.


Alteração n.º 14 ao Orçamento e Grandes Opções do Plano

Foi presente, para deliberação, a alteração n.º 14 ao Orçamento e Grandes Opções do Plano.
Submetida a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, aprovar a alteração n.º 14 ao Orçamento e Grandes Opções do Plano.


Determinação da Taxa Municipal dos Direitos de Passagem (TMDP) para 2018

Considerando a informação registo n.º 2811 datada de 06 de outubro de 2017, referente à taxa municipal dos direitos de passagem e considerando o disposto nas alíneas a) e b), do n.º 3, do artigo 106.º, da Lei n.º 5/2004 de 10 de Fevereiro, que refere que a taxa municipal de direitos de passagem (TMDP) é determinada com base na aplicação de um percentual sobre o total da faturação mensal emitida pelas empresas que oferecem redes e serviços de comunicações eletrónicas acessíveis ao público, em local fixo, para todos os clientes finais do correspondente município e o percentual referido (…) é aprovado anualmente por cada município até ao fim do mês de dezembro do ano anterior a que se destina a sua vigência e não pode ultrapassar os 0,25 %;
Considerando que a alínea m), do artigo 14.º, da Lei n.º 73/2013 de 03 de setembro, prevê como receitas dos municípios, as estabelecidas enquanto tais, por lei ou regulamento a favor daqueles.
Foi analisada a informação registo n.º 2811 datada de 06 de outubro de 2017, referente à taxa municipal dos direitos de passagem e submetida a votação, pelo que a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, aprovar e propor à Assembleia Municipal a aprovação do percentual de 0,25% relativo à Taxa Municipal de Direitos de Passagem para vigorar no ano de 2018.


Concessão de apoios financeiros no âmbito do Regulamento Municipal de Atribuição de Apoios a Pessoas Coletivas e/ou Singulares com Atuação Recreativa, Cultural, Desportiva, Social ou de outra Natureza

Foram presentes, para apreciação e deliberação, as propostas para atribuição de apoios financeiros no âmbito do Regulamento Municipal de Atribuição de Apoios a Pessoas Coletivas e/ou Singulares com Atuação Recreativa, Cultural, Desportiva, Social ou de outra Natureza:

Activa – Associação de Artes e Património de Manteigas – 3.000,00 €;
Associação Cultural Amigos da Serra da Estrela – 1.500,00 €;
AFACIDASE – 11.700,00 €, sendo que o valor de 700,00 € se reporta ao concerto solidário;
Associação de Melhoramentos de Vale de Amoreira – 3.000,00 €;
Clube de Caça e Pesca – 2.500,00 €.

Depois de votado, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, aprovar a proposta apresentada.


Pedido de isenção de taxas administrativas, formulado pela Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de São Pedro de Manteigas, para proceder à limpeza da fachada principal da Capela de Nossa Senhora dos Verdes

Foi presente o pedido de isenção de taxas administrativas, ao abrigo do artigo 7.º, n.º 2 do Regulamento e Tabela de Taxas do Município de Manteigas, formulado pela Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de São Pedro de Manteigas, para proceder à limpeza da fachada principal da Capela de Nossa Senhora dos Verdes.
Submetida a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, de acordo com o n.º 2, do artigo 7.º do Regulamento e Tabela de Taxas do Município de Manteigas, isentar de taxas administrativas a Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de São Pedro de Manteigas, para proceder à limpeza da fachada principal da Capela de Nossa Senhora dos Verdes.


Pedido de isenção de taxas administrativas, formulado pelo Conselho Diretivo dos Baldios de Santa Maria - Manteigas, relativas ao fornecimento de cópias de documentos

Foi presente o pedido de isenção de taxas administrativas, ao abrigo do artigo 7.º, n.º 2 do Regulamento e Tabela de Taxas do Município de Manteigas, formulado pelo Conselho Diretivo dos Baldios de Santa Maria – Manteigas, relativas ao fornecimento de cópias de documentos.
Submetida a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, de acordo com o n.º 2, do artigo 7.º do Regulamento e Tabela de Taxas do Município de Manteigas, isentar de taxas administrativas o Conselho Diretivo dos Baldios de Santa Maria – Manteigas, relativas ao fornecimento de cópias de documentos.


Apresentação do Relatório de Acompanhamento do Plano de Saneamento Financeiro e sua submissão a apreciação da Assembleia Municipal (artigo 59.º, n.º 6, da Lei n.º 73/2013 de 03 de setembro)

Foi apresentado o Relatório de Acompanhamento do Plano de Saneamento Financeiro e, para sua submissão a apreciação da Assembleia Municipal (artigo 59.º, n.º 6, da Lei n.º 73/2013 de 03 de setembro).
Submetida a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, submeter a apreciação da Assembleia Municipal o Relatório de Acompanhamento do Plano de Saneamento Financeiro, conforme o definido no artigo 59.º, n.º 6, da Lei n.º 73/2013 de 03 de setembro.


Pedido de apoio financeiro formulado pelo Conselho dos Assuntos Económicos da Fábrica da Igreja Paroquial de Sameiro

Foi presente, para apreciação e deliberação, a proposta de atribuição de apoio financeiro ao Conselho dos Assuntos Económicos da Fábrica da Igreja Paroquial de Sameiro que a seguir se transcreve:

«Proposta
Proponho a atribuição do apoio financeiro, no valor de 15.000,00 €, repartidos da seguinte forma:
– 5.000,00 €, que serão pagos de imediato;
– 10.000,00 €, que serão pagos em prestações de 1.000,00 €.»

Submetida a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, aprovar a proposta apresentada.


Proposta de homenagem à Irmã Maria Augusta Coelho, responsável pelo Instituto de Educação Infantil - Manteigas

Foi presente, para apreciação e deliberação, a proposta de homenagem à Irmã Maria Augusta Coelho, responsável pelo Instituto de Educação Infantil de Manteigas, com base no testemunho da sua sobrinha Elsa Ribeiro, que a seguir se transcreve:

«Proposta
Todos conhecemos o percurso de vida e o trabalho desenvolvido pela Irmã Maria Augusta em Manteigas, em prol de crianças com falta de proteção familiar.
É adequado e merecido que lhe seja feita uma simbólica e singela homenagem, que se pretende seja materializada numa placa alusiva, a colocar no edifício do Instituto de Educação Infantil.
Será uma homenagem prestada pela Câmara Municipal.
Foi-nos indicada a seguinte inscrição pela sua sobrinha:
«No regaço da minha mãe
Encontrei amor sem fim.»
Manteigas, Paços do Concelho, 18 de julho de 2017»

Submetida a votação, a Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, aprovar a proposta apresentada.