Antiga lagoa de origem glaciar, o Covão d’Ametade a 1.420 metros de altitude, situa-se no sopé do maciço do Cântaro Magro, onde nasce o Rio Zêzere. Local onde é permitido o campismo, respeitando a sensibilidade do local que é todo ele revestido por relvados naturais (cervunais).

Daqui se pode contemplar toda a imponência e grandiosidade do afloramento granito, conhecido pelo Cântaro Magro.