O Rancho Folclórico e Etnográfico «Os Malmequeres» de Sameiro foi fundado a 05 de maio de 1983 por um grupos de crianças da escola. No entanto foi registado na Conservatória apenas em 1990.
Este Rancho tem participado em Festas e Romarias, levando a todo o país a cultura dos nossos antepassados.
Sendo um grupo etnográfico, apresenta trajes muito antigos, usados outrora pelos habitantes da região da Serra da Estrela; assim, podem observar-se o traje do operário, do pastor, do lavrador, noivos, entres outros.
Para além do vestuário, são também apresentados cantares característicos da região, assim como instrumentos usados na labuta quotidiana.
Os temas, a coreografia e o guarda-roupa são fruto de uma recolha minuciosa junto de pessoas idosas, sobre as suas vivências, os seus costumes, afim de dar a conhecer o povo Serrano de outros tempos aos mais novos e pessoas de outras regiões.
O Rancho Folclórico e Etnográfico «Os Malmequeres», conta com bastantes atuações, das quais se destacam a participação na Exposição Universal de Lisboa (Expo 98), no dia 14 de setembro de 1998, e duas em França.
É este rancho que nos propomos dar a conhecer, com toda a sua simplicidade, alegria e força de vontade.


  • Morada: Centro Social de Sameiro 6260-311 Sameiro
  • Telefone: 275 982 532
  • Telemóvel: 962 011 050 / 962 916 581 / 966 141 052
  • Fax: 275 982 954
  • Email: rancho.malmequeresdesameiro@gmail.com
  • Direção:

    Luís Pedro Matos Soares (Presidente)
    Sérgio Manuel Antunes Neto (Secretário)
    José Soares Biscaia (Tesoureiro)

  • Concelho Fiscal:

    Alzira Afonso Cruto
    Joaquim Neves Biscaia
    João Paulo Sabugueiro

  • Assembleia Geral:

    Dr. José Manuel Custódia Biscaia
    José Manuel Ferreira Carvalho
    Joaquim Martins Sabugueiro

  • Número de Elementos: Um total de 37 elementos, dos quais 19 homens e 18 mulheres.
  • Principais Atividades Desenvolvidas:

    Este Rancho tem por Atividades Principais a recolha junto das pessoas idosas das suas vivências, costumes e cultura de outrora, a sua preservação através, nomeadamente, dos Trajes Típicos, Dançares e Cantares apresentados, a participação em Festivais de Folclore pelo País fora assim como no estrangeiro, a organização e realização do Festival de Folclore na Aldeia de Sameiro, bem Como em Festas de Cariz Religioso e Civil.

  • Envolvência:

    Trajes Típicos: Ceifeiros; Pastores; Camponeses Domingueiros; Camponeses da Azeitona; Lavradores; Noivos; Domingueiros de Ir à Missa.